FILMES MANGÁS E HQS 

As 6 Maiores Semelhanças de Boku No Hero Academia com Sky High: Super Escola de Heróis

Eu estava lendo um artigo no Amino comparando o anime Boku No Hero Academia com o filme da Disney Sky High: Super Escola de Heróis, mas como o artigo estava em inglês e não encontrei nenhum BR falando do assunto, resolvi abordar o tema também, é claro que, não traduzindo, mas com minhas palavras, até porque eu gosto bastante do assunto, mas se quiser ler o artigo original, clique aqui.

Para quem não conhece, Boku No Hero Academia é um anime recente, de 2016, baseado no mangá homônimo de 2014, mas tal como várias obras japonesas, acaba sendo muito inspirado na cultura ocidental. Já nesse caso, eu vejo mais como uma homenagem mesmo, porém, não pode-se dizer que é em si plágio, mas é notável o índice de semelhanças do anime com o filme Sky High: Super Escola de Heróis de 2005. Ah, mas só por que a história é sobre uma escola de super-heróis? Esse assunto é bem repetido. Calma, vamos lá! Passaria batido, sim, se fosse só isso, pois X-Men já faz isso desde os anos 60, mas por que a similaridade é com o SkyHigh e não com X-Men? Vamos começar com o universo.

1 – O universo

É natural, em SkyHigh, que os filhos dos heróis herdem seus dons – o dom de um dos pais ou uma combinação de ambos – e os dons aparecem antes da adolescência. Filhos de heróis e vilões, vão para uma super-escola onde aprendem a controlar seus poderes e aprendem também a ser heróis e lá são divididos entre Heróis e Ajudantes e tem como professores os antigos super-heróis. Enquanto em Boku No Hero Academia, é natural que os filhos também herdem os dons dos pais – o dom de um deles ou uma combinação de ambos – e tais dons, ou singularidades, aparecem na infância. Os singulares também passam a vida em escolas de destaque, mas diferente de SkyHigh, onde todos vão para o mesmo colegial, eles tentam um concurso para passar para a U.A., a melhor Academia de Heróis do país e tem os maiores super-heróis como professores. Ah! E diferentemente do universo dos X-Men, tanto em SkyHigh como em Boku No Hero, os mutantes são aceitos pela sociedade, mesmo com o dado público de que o surgimento dos heróis aumentou a taxa de criminalidade.

2 – O Símbolo da Paz e figura paterna

Em SkyHigh, o pai do protagonista Will Stronghold é o Comandante, é conhecido com o maior super-herói do mundo, Símbolo da Paz e tem o dom da super-força. Já em Boku No Hero Academia, o pai do protagonista Izuku Midorya não é mostrado, mas o AllMight, o maior super-herói do mundo e Símbolo da Paz, tem a singularidade da super-força e é a figura paterna de Izuku.

3 – O protagonista

Em SkyHigh, acompanhamos Will, filho de dois grandes super-heróis, o Comandante e a Super-Jato, que tem respectivamente os poderes de super-força e voo. Porém, enquanto todos os seus colegas já descobriram seus poderes, Will ainda não conheceu o seu e aceita que pode ser que não tenha. Já em Boku No Hero Academia, acompanhamos Izuku Midorya, filho dos poderosos Hidashi e Inko, que tem respectivamente poder de fogo e telecinese. Izuku é da quarta geração de singulares desde que o boom começou – provavelmente consequência das explosões nucleares nos anos 40 – e, diferente de seus colegas filhos de heróis que já demonstram suas singularidades, Izuku não as tem.

Will acredita realmente não ter dons e é aceito em SkyHigh como Ajudante, o que é até comum para filhos de heróis, tal como o piloto do ônibus escolar, que também era filho de heróis, mas nasceu sem dons, e serviu como Ajudante do pai de Will. Os poderes de Will se manifestam na escola, é quando descobre sua super-força, herdada por seu pai, o Comandante, Super-Herói Número 1 da nação e Símbolo da Paz. Já Izuku, descobre na infância a condição que não despertará seus poderes e dedica-se a vida inteira com o objetivo de que passará para a U.A através de seu conhecimento e esforço até que herda do All Might a singularidade intitulada OneForAll, que lhe dá sua super-força.

4 – O rival

Em SkyHigh, o primeiro rival de Will é o Warren Piece, filho do Barão Batalha, inimigo do Comandante que tem rancor dele por isto e tem poder de fogo. Em Boku No Hero Academia, somos desde o início apresentados a Bakugo Katsuki, colega de infância de Izuku, que desperta cedo seus poder de fogo – na verdade, ele tem o dom de provocar explosões com sua mão, mas atirando na direção certa e com controle, pode se tornar lavaredas de fogo. Bakugo e Izuku se afastam aos poucos e criam uma espécie de rivalidade na escola. Tal como em SkyHigh, é enfrentando o rival que acontece a surpresa da manifestação do dom do protagonista.

5 – A heroína gentil

Em SkyHigh, o protagonista tem uma certa aproximação de Layla, uma aluna poderosíssima, mas gentil e que só usa seus poderes na necessidade e é apaixonada pelo protagonista. Em Boku no Hero Academia, o protagonista se aproxima de Uraraka Ochaku, uma aluna também poderosíssima e gentil, que só usa os poderes na necessidade e tem um grande carinho pelo protagonista. Tal como em Skyhigh, essa jovem acaba se aproximando com o rival.

6 – O vilão

A ironia, em ambas as obras é que, apesar de a escola ensinar o aluno como ser herói e os professores não dão muita importância para os bullies – você acaba vendo estudantes agindo literalmente como vilões e não se vê uma preocupação para isto – inclusive existe, em ambas as obras, um teste que põe dois alunos como heróis para enfrentar dois alunos como vilões.

Nas duas obras, todo o objetivo do vilão em atacar a escola é para atingir o Super Herói #1 – o Comandante e o All Might, no caso. Além disto, tal como o Dor Mortal, de Sky High, o All For One de Boku no Hero é um vilão antigo do All Might que não envelheceu e que depois de ter sido dado como morto, reaparece. Outra semelhança de ambos é que foram vencidos pelo herói número um e quando reaparecem, tentam levar alguns dos estudantes para seu lado. A diferença é que, no primeiro ataque a escola, ao invés do próprio All For One a invadir, ele manda seu pupilo.

É claro que existem algumas pequenas diferenças, mas mesmo assim, é impressionante o alto índice de semelhanças. Se o autor não assistiu SkyHigh, ele teve as mesmas ideias. E você? Encontrou mais alguma semelhança entre as duas obras?

Relacionados