FILMES 

Jurassic World: Reino Ameaçado – Crítica

A sensação de terror com as cenas de tirar o fôlego de Jurassic Park (1993) jamais sairá da minha cabeça. Depois, teve duas continuações bem fracas. O revival só aconteceu em 2015, com o início da saga Jurassic World. A nova trama não mata a primeira e foi bem nostálgica, agradando aos fãs e não saindo muito da zona de conforto. Mas, nada se compara a Jurassic World: Reino Ameaçadoque estreou nos cinemas brasileiros essa semana. É uma nova abordagem, se duvidar mais obscura que a do filme de 1993.

Leia mais.
FILMES 

Desejo de matar – Crítica

Quem não se lembra do lendário arquiteto Paul Kersey (interpretado por Charles Bronson) na franquia Desejo de matar(filmes lançados nas décadas de 70, 80 e 90)? No entanto, nunca imaginei que ganharia um remake, ainda mais protagonizado por Bruce Willis. A história onde o pacato protagonista vê sua família padecer nas mãos de criminosos, percebe que a polícia não está avançando nas investigações e, em resposta ao trauma, decide se tornar um vigilante se repete. Porém com alguns detalhes diferentes, como, por exemplo, a profissão de Paul (antes um arquiteto,…

Leia mais.
SÉRIES E TV 

Perdidos no Espaço – Primeiras Impressões

Fazer a releitura de uma série clássica como Perdidos no Espaço é uma grande tarefa, mas a Netflix conseguiu resgatar aquele ritmo bom de ação dos velhos tempos. Aquela ação que não é justificada, sem profundidade, muito comum nos dias de hoje, não está com nada. Bom mesmo é aquele senso real de urgência, pois os imprevistos vão acontecendo e você tem que pensar rápido para sobreviver. Logo no piloto você já percebe o clima da trama: uma família unida, usando a inteligência e a estratégia, puramente para se salvarem.

Leia mais.
FILMES 

Jogador número 1 – Crítica

Eu não li o livro Jogador Número 1 (de Ernest Cline, 2011), mas entendo perfeitamente porque Steven Spielberg se interessou por sua trama e produziu um sci-fi futurista e nostálgico ao mesmo tempo, explorando um mocinho simpático que se tornou um herói em uma história atraente, tudo com um visual e uma trilha sonora simplesmente fantásticos. Só de assistir ao trailer, já dava pra saber que seria um dos maiores blockbusters do ano. E só de saber que ele tinha lançado anteriormente um filme a la Oscar (The Post), seu…

Leia mais.
FILMES 

Crítica | Círculo de Fogo: A Revolta

Se você amou o Círculo de Fogo (aquele de 2013, dirigido por Guillermo del Toro, que ganhou o Oscar de melhor filme esse ano), não vá ao cinema achando que a continuação – Círculo de Fogo: A Revolta – seja tão maravilhoso quanto. Mas, também não é péssimo. Para os aficionados por longas de ficção científica que envolvem monstros gigantes e robôs (no maior estilo super sentai), aviso que a diversão é garantida. Mas não espere um filme super cabeça e sim 1h50 de muita ação, efeitos, roteiro e atuações convincentes…

Leia mais.
FILMES 

Pequena grande vida – Crítica

  O novo longa do diretor Alexander Payne, Pequena grande vida, é grandioso tecnicamente, mas ele acaba se perdendo demais na tentativa de forçar uma reflexão sobre a sociedade atual. A ideia é simples e brilhante: cientistas descobrem a fórmula de encolhimento dos humanos e decidem utilizar esta técnica para solucionar os diversos problemas mundiais, como a superpopulação, exploração de riquezas naturais até a escassez de alimentos. No primeiro ato, quando acontece a apresentação da descoberta, já deixa claro para o espectador que o filme se rotula como uma ficção…

Leia mais.
FILMES 

Eu, Tonya – Crítica

Ao ver Margot Robbie e Allison Janney sendo indicadas ao Oscar de melhor atriz e melhor atriz coadjuvante, respectivamente, por Eu, Tonya, logo me interessei por esse drama baseado em fatos reais. A história polêmica envolvendo as patinadoras de gelo Tonya Harding e Nancy Kerrigan nas Olimpíadas de 1994, é só um dos capítulos conturbados da vida de Tonya retratados no filme. As pessoas só a conhecem como uma das vilãs do esporte americano, mas juro que ao conhecer como foi sua trajetória tive pena de um talento desperdiçado. Afinal,…

Leia mais.
FILMES 

Três anúncios para um crime – Crítica

Sabe aquele filme que veio com a temática certa na hora certa? Assim nasceu o bem sucedido Três anúncios para um crime, que vem abocanhando vários prêmios desde o início do ano e está cotadíssimo ao Oscar nas sete categorias que está concorrendo, incluindo melhor filme. Todo mundo sabe que, desde 2017, Hollywood está vivendo consecutivas denúncias de assédio sexual provocando o fim de várias carreiras estabelecidas e colocando um grupo de corajosas mulheres nos holofotes. É claro que um longa no qual a protagonista é uma mulher de fibra…

Leia mais.
FILMES 

Lady Bird – Crítica

  Existem dezenas de longas que exploram relações conturbadas entre mãe e filha e parece que esse longa em particular, Lady Bird, chamou a atenção da Academia. Tanto que está indicado a cinco categorias no Oscar 2018: Melhor Filme, Melhor Diretor e Melhor Roteiro Original (Greta Gerwig), Melhor Atriz (Saoirse Ronan) e Melhor Atriz Coadjuvante (Laurie Metcalf). Embora seja um bom filme, acho um exagero ter sido tão aclamado assim.

Leia mais.
SÉRIES E TV 

American Crime Story: Versace – Primeiras Impressões

Não cheguei a ver a primeira temporada pois não considero o caso OJ Simpson tão fascinante – acho o tema bem batido, até, mas assim que eu soube que a segunda temporada de American Crime Story ia retratar a polêmica morte – e um pouco da vida – do estilista Gianni Versace, meus olhos ficaram marejados de emoção. E ainda bem que a série superou as minhas expectativas e eu te digo porque vale a pena assisti-la.

Leia mais.