FILMES RESENHAS 

CRÍTICA | Vingadores: Ultimato

ESTA CRÍTICA NÃO CONTÉM SPOILER

O filme muito chamado de “mais esperado do ano” dividiu muito o público com o seu grande desfecho pras três primeiras fases do Universo Cinematográfico Marvel. Não houve muito agrado pra alguns fiéis das HQs e levantou a voz de muitos haters. Porém, nada no mundo é perfeito e todos tem o direito de errar.

Vingadores: Ultimato está longe de ser o pior filme da Marvel e pode sim ser considerado um dos maiores filmes do studio. O longa contou com 3 horas bem distribuídas, com um roteiro fácil pra compreensão e dando cenas que os fãs queriam muito.

O início do filme conta fielmente como continuação de Vingadores: Guerra Infinita, porém com uma cena que alguns podem avaliar como algo que aconteceu mais rápido do que se era esperado. A partir da mudança do enredo e dando uma entrada a uma nova história, o filme se prolonga em reverter o efeito do estalo, de forma fácil de entender e afirmando muitas teorias de como seria todo esse plano, mas nada muito cansativo para os fãs, mas sim divertido, excitante e triste.

Depois de acharmos que as coisas podem dar certo, um fato que dá continuidade à história traz para o espectador cenas fortes que liberam muitas emoções distintas, principalmente felicidade e medo. Dessa forma, é importante ressaltar que o enredo final é gratificante, porque para uma história embasada por 12 anos, não seria fácil de digerir três horas seguidas de pura ação, explosões e sangue.

O filme trouxe em si o desfecho para os 6 vingadores principais, e que desfecho! Um desfecho honroso, com perdas necessárias e dando uma bela conclusão para os nosso heróis que estiveram todos esses anos lutando pra salvar o mundo e, dessa vez, todo o universo.

Os diretores Joe e Anthony Russo souberam separar bem as horas em que se deveria desenvolver a história e deixaram pro final o que mais queríamos: a batalha final.

No entanto, eles foram bem descarados na forma em que se termina o filme para muitos dos personagens que ainda tem muita história pra contar, deixando aberto o que vem por aí na nova fase do UCM.

Prós de Ultimato: é um filme empolgante, que deixa um fã do UCM grato por ter visto esse final. Não supera nenhuma expectativa, mas atinge as que podemos (ou não) criar até assistir o filme. Ele não tem um enredo cansativo, como se pode esperar de um filme com o tempo que teve, diferente de outros filmes que tinha muito pra ser bons filmes e se prolongou demais em uma só coisa.

Contras de Ultimato: talvez pode se levantar questões sobre a presença de alguns personagens, mas isso não é totalmente um ‘contra’, pois o filme foi especificamente para dar um fim no ciclo de seis personagens principais, mas a gente ainda sente falta de certas cenas que seriam ótimas para o enredo. Além disso, o filme tem alguns furos em relação a sua própria trajetória, mas não podemos dar muitos detalhes sem spoilers. Alguns fatos sobre os personagens também foi um pouco mal desenvolvido, mas nada muito revoltante.

É isto! em breve teremos uma próxima crítica póshype e com spoilers, trazendo mais detalhes sobre os prós e contras do filme e também levantando teorias de como será a Fase 4 do Universo Cinematográfico Marvel. 

Vingadores: Ultimato está em exibição em todos os cinemas do Brasil e, se você é fã, não perca o desfecho dessa saga, custe o que custar!

Relacionados

[gs-fb-comments]