FILMES 

Liga da Justiça | Entenda a importância da cena pós-créditos e o que ela nos diz sobre o futuro do DCEU

Bom, se você não assistiu Liga da Justiça, não preciso nem lembrar que este artigo aqui contém spoilers. E se você, tal como eu, sabe o que a cena pós-créditos representa, não é bem-vindo o comentário de que o artigo é desnecessário, pois muita gente pode não saber tanto quanto nós.

Resultado de imagem para justice league movie Joe ManganielloMe refiro, no caso, à última cena, no fim dos créditos, onde vemos finalmente o Asilo Arkham, Joe Manganiello como Slade Wilson, o Exterminador, e Jessie Eisenberg de volta como o Lex Luthor que queríamos. Além de apresentar finalmente ao Universo DC do Cinema o personagem Exterminador, – que muita gente ainda tinha a estúpida teoria de que o personagem do Ben Affleck era Slade disfarçado – que é um dos vilões mais importantes para o Universo DC, justamente por ser o primeiro grande vilão dos Novos Titãs e ser um inimigo bem recorrente de super-heróis como Batman e Arqueiro Verde.

Tá, Matheus, mas qual a importância disso?

Bom, além de que isto já nos diz muito sobre vindouros filmes como os já confirmados filmes do Batman e do Ciborgue, que tem a grande chance de introduzir os Titãs, também temos a presença do Lex Luthor mudado – é claro, o tempo em que o vilão passa na prisão é essencial para a construção do personagem, sempre foi. É o ponto em que muda-o completamente de um rico maníaco para um chefe criminoso, inclusive já podemos vê-lo caracterizado com seu emblemático terno branco, e o cabelo raspado que adotou desde que foi para a prisão, além de supostamente mais forte e mais influente entre os super-vilões, logicamente conhecendo melhor de sua psicologia e do mundo do crime.

Mas o ponto mais importante ainda não é este.

Lex Luthor comenta com Slade Wilson que os heróis se reuniram, e que os vilões devem se unir também. Esta frase indica inúmeras possibilidades – uma delas, a mais possível, a reunião da Legião do Mal. O super-grupo de vilões reunido pelo Lex Luthor pela primeira vez no desenho animado Super Amigos – faz bastante sentido, já que o final do filme já indica que a Sala da Justiça está para ser construída – o quartel general da Liga da Justiça que é bem retratado em Super-Amigos. A Legião do Mal já teve outros cabeças, como o próprio Ra’s Al Ghul, em Liga da Justiça: Torre de Babel – e que inclusive seria o roteiro para um possível filme da Liga da Justiça em 2007 e que acabou sendo adaptado para um longa-metragem de animação chamado Liga da Justiça: A Legião do Mal, onde o cabeça desta vez era Vandal Savage.

Imagem relacionadaA Legião do Mal também é bastante mencionada no Arrowverso da CW, quando os vilões se reúnem em Legends of Tomorrow. Mas as histórias mais famosas protagonizadas pela Legião do Mal são Justiça – que é uma graphic novel one-shot em que os vilões se reúnem para salvar a Terra – e Forever Evil – que no Brasil chegou como Vilania Eterna e conta uma história em que, após brigas internas entre a Liga da Justiça, os heróis são aprisionados na Caixa de Pandora pelo Sindicato do Crime, uma versão maligna da Liga da Justiça proveniente do universo paralelo conhecido como Terra-3, e Lex Luthor, que nunca esteve a fim de se ajoelhar a monstros mesmo, reúne o grupo de vilões e anti-heróis como o próprio Slade Wilson, Mulher-Gato, Capitão Frio, Arraia Negra, Adão Negro, – esta pode ser uma ótima oportunidade de colocar o The Rock contra o Superman finalmente – entre outros, para combater o Sindicato do Crime – esta seria uma ótima oportunidade de apresentar o Sindicato do Crime sem precisar utilizar-se de efeitos para replicar os atores.

É claro que não temos ainda o nome de qual grupo será o reunido por Lex Luthor, por ser também a Liga da Injustiça, ou a Sociedade Secreta de Super Vilões – este último não é normalmente atribuído a autoria de Lex Luthor. Só podemos especular por um filme bem mais denso vindo aí! O que você acha?

 

(Atualizado em 18/11/2017)

Relacionados