FILMES 

Star Wars | Mark Hamill diz que estúdio perdeu a oportunidade de juntar Leia, Han e Luke novamente

Outra Star Wars Celebration termina com sucesso, e um dos principais comentários deste ano foi sobre Mark Hamill, que esteve envolvido em eventos e painéis durante os quatro dias da convenção.

Um dos painéis que ele recebeu foi chamado Hamill Himself, onde ele falou sobre uma variedade de tópicos. Inclusive uma declaração para os fãs de Star Wars, de que talvez uma das coisas mais perturbadoras sobre a morte de Carrie Fisher – e o fim do personagem do Harrison Ford – é a constatação de que nunca veremos Luke, Leia e Han reunidos em tela novamente.

Quando eu estava lendo o roteiro de O Despertar da Força, eu pensei que se Leia estava tentando mentalmente entrar em contato com Luke e não teve sucesso. Na minha cabeça, ela estaria avisando de que Han estava indo em sentido a um caminho sem volta e neste momento Luke apareceria e o salvaria e estaríamos juntos novamente no final.

E mais: Uma cena no primeiro trailer de Star Wars: Os Últimos Jedi mostra AT-ATs caminhando no horizonte de uma paisagem branca e plana, naves tentam sobrevoam instáveis jogando para trás uma poeira vermelha como sangue. Agora o diretor Rian Johnson revelou o que os fãs suspeitam: este é um planeta anteriormente desconhecido no universo Star Wars. Seu nome é Crait, e o cineasta diz que é o lar de uma antiga base rebelde abandonada e tem um papel fundamental no filme.

É um longo caminho lá fora, disse Johnson ao Entertainment Weekly.

É muito remoto. É inexplorado. É um planeta mineral e há minas [de minério] nele.

O diretor também diz que o debate sobre se o Jedi no título é singular ou plural é a pergunta mais impertinente que você poderia fazer sobre o próximo filme de Star Wars, mas ele não imaginava o quanto isso ia polemizar. Se você digitar Jedi plural no Google e ver quantas pessoas – incluindo nós – buscaram ponderando o título simplesmente enganoso, constatará. Pensávamos que tínhamos resolvido a questão quando vimos que os cartazes para o filme no exterior – inclusive no Brasil – tinham traduzido Os Últimos no plural, mas agora Johnson está afirmando que é singular – e quem sabe é ele, não é?

Talvez a verdadeira intenção, que era de manter um mistério, tenha sido perdida graças às traduções. Star Wars: O Último Jedi chega em dezembro de 2017

Fonte: Radio Times.

Relacionados

Comments are closed.

[gs-fb-comments]