SÉRIES E TV 

Taken – Primeiras Impressões

Os fãs do filme Taken (Busca Implacável), estrelado por Liam Neeson, estão ligados que a série homônima foi lançada em 27 de fevereiro no canal NBC. Cá estou eu para dizer: vejam! O filme foi inesperadamente um sucesso nas telonas: lançado em 2008, teve duas sequências (2012 e 2014), por enquanto. “Mas, Gabriella, muitos sucessos do cinema vêm sendo transportados para as telinhas, como Máquina Mortífera e A Hora do Rush (que já foi pro caralho…). Essa não seria só mais uma tentativa frustrada?” Não é e te dou vários motivos.
Como todos que viram a trilogia sabem, Brian Mills possui habilidades militares de quem teve um treinamento extremo e muita experiência em campo. A série tem a proposta de mostrar como ele era ainda na ativa, já que na época dos filmes ele está aposentado. Ele entra em um grupo secreto do governo que cuida de terroristas e chefes da mafia (a organização se chama ECAT Emergency Covert Action Team, algo como, Equipe Secreta de Ação e Emergência).

Clive Standen está interpretando muito bem Brian Mills
No lugar de Liam Neeson, vivendo nosso querido Brian Mills, está Clive Standen (da série Vikings). Também está no elenco Jennifer Beals (a eterna dançarina de Flashdance) como a chefe do grupo Christina Hart. O resto do elenco é esquecível, mas, a atuação deles dois segura a série. E, a interpretação de Standen, me surpreendeu, de certa forma. Eu estou tão acostumada ao vê-lo como Rollo em Viking que é legal ver o ator sem aquela caracterização toda interpretando um agente foda (no estilo Jason Bourne e Jack Bauer).

Jennifer Beals vive a chefe do grupo ECAT, Christina Hart
Algumas pessoas acham que ele não chega aos pés de Neeson. Claro que não! Mas, esse personagem não é o mais simpático do mundo, convenhamos. Ele é um cara sofrido e fechado, que tenta pensar de forma clara em ação mas, ao mesmo tempo, sofre com as perdas da vida. Acho que Standen consegue transmitir bem isso.
O meu receio é que muitas séries com essa mesma temática (grupo de agentes combatendo terroristas), estão no ar e, como falei no início do texto, pode acabar caindo na mesmice como os outros programas provenientes de longas. Mas, só para ter certeza, vou ver mais uns dois episódios, tem potencial…
Nota: 4/5

Relacionados

[gs-fb-comments]