MÚSICA 

Three Days Grace | Banda canadense lança seu sexto álbum de estúdio “Outsider”

Three Days Grace, premiada banda canadense com mais de 1 bilhão de streams no Spotify, lançou, neste 9 de março, seu sexto álbum de estúdio intitulado Outsider – o primeiro projeto da banda desde o lançamento de Human, em 2015.

O vídeo do primeiro single The Mountain já conta com mais de 7 milhões de visualizações no YouTube e a faixa atualmente ocupa o Top 10 do chart rock da Billboard. A canção permaneceu no topo do Active Rock Chart por duas semanas depois de seu lançamento e, agora, ocupa o segundo lugar da lista. Filmado em um octógono de UFC o clipe do primeiro single de Outsider foi dirigido por Sean Cartwright e tem a participação do lutador Misha Cirkunov.


Recentemente, a banda também estreou I Am an Outsider, a segunda faixa de seu próximo álbum e na última semana a banda lançou Right Left Wrong, terceira faixa do novo álbum, que chegou acompanhada de lyric video.

Three Days Grace dará início à turnê do novo álbum em 22 de julho, onde tocará com Avenged Sevenfold e Prophets of Rage

Para mim, Outsider representa a jornada para encontrar o seu lugar, diz o baixista Brad Walst. O mundo às vezes parece maluco. Tentamos fugir dele de vez em quando. Fazemos o nosso e nos sentimos confortáveis em fazê-lo. Sempre olhamos para a frente – e não para trás. Essa é uma constante questão.

Estabelecer um novo caminho adiante é exatamente o que a banda fez em 2016. Ao invés de se reunir em um espaço de ensaio no centro de Toronto, o grupo que é composto por Matt Walst (vocal), Barry Stock (guitarra), Brad Walst (baixo) e Neil Sanderson (bateria, percussão, teclados e programação), se reuniu inicialmente em uma garagem improvisada nos fundos da casa de Brad, localizada a duas horas da cidade.

É sobre dar um passo atrás da loucura da vida sem se destruir, afastar a todos ou ficar louco, conta Neil. Você tem um momento de pausa e aí encontra o espaço para criar.

Finalmente, a banda se recolheu na fazenda de Neil para aprimorar as ideias e, muitas vezes, sentou-se ao redor de fogueiras com violões, explorando o espírito selvagem que os rodeava. Conforme as músicas foram tomando forma, a banda seguiu para o estúdio Jukasa, em Ontario, e chamou amigos e colaboradores de longa data, incluindo os produtores Gavin Brown e Howard Benso, o engenheiro de som Mike Plotnikoff e Chris Lord-Alge na mixagem. O resultado foi um álbum que conversa diretamente com os fãs ao redor do mundo.

Esse time de produção não se reunia desde One-X (segundo álbum de estúdio da banda), acrescenta Neil. Tivemos sorte de reunir esse grupo. Fez todo sentido porque estávamos em uma mesma sintonia.

Tanto quanto sustenta a tradição, Outsider representa uma evolução para o Three Days Grace. Marcando sua segunda contribuição como parte da banda, Matt mostrou “um novo nível de confiança e trouxe diversas ideias”, afirma seu irmão Brad. Neil expandiu a paleta eletrônica de assinatura, integrando sintetizadores analógicos e destacadas programações com a ajuda de Rhys Fulber (Fear Factory, Frontline Assembly). Ele simpatizou com influências eletrônicas tão diversas como Nine Inch Nails, White Zombie, Bring Me The Horizon, Lana Del Rey e um surpreendente clássico cult, o filme Lost Boys. O primeiro single The Mountain evidencia essa evolução. Os efeitos sonoros cinematográficos aumentam os riffs da arena antes de avançar em direção a um refrão sísmico:

 eu ainda estou sobrevivendo, continuo subindo, continuo subindo a montanha.

Dada a inesperada imprevisibilidade, Outsider promete agradar ao lado de uma série de favoritos dos fãs do Three Days Grace. Desde 2003, a banda mantém seu espaço entre a vanguarda do hard rock, quebrando recordes, alcançando o topo das paradas, movendo milhões de unidades ao redor do mundo e fazendo história ao manter o marco de maior quantidade de singles no #1 no chart Active Rock Radio, com um total de 13 canções. Em 2015, o álbum Human foi o segundo Top1 da banda que entrou diretamente na lista de álbuns Top Hard Songs da Billboard, assim como a quarta estreia consecutiva no 20º lugar do Top 200. A banda também teve dois singles no topo dos mais vendidos, Painkiller e I Am Machine. Além disso, a banda mantém uma média de 3.9 ouvintes mensais no Spotify, sendo um dos grupos de rock mais escutados no mundo. Em 2012, o álbum Transit of Venus chegou ao Top 5 da lista dos 200 mais vendidos, recebendo o título de melhor álbum Rock do ano no Juno Awards. One-X (2006) recebeu certificação de platina tripla, Three Days Grace (2003), de platina, e Life Starts Now, Ouro. Até a data, seu arsenal de canções no Top1 inclui Chalk Outline, The High Road, Misery Loves My Company, World So Cold, Good Life, Break, Never Too Late, Animal I Have Become, Pain, Just Like You e Home.

Relacionados

Leave a Comment