SÉRIES E TV SÉRIES E TV 

Vamos lembrar de ThunderCats

ThunderCats foi uma série de animação desenvolvida pela Hanna Barbera em 1983, baseada nos personagens criados por Tobin “Ted” Wolf e Leonard Starr.

A animação foi produzida por Magic Animation Corporation, um estúdio americano que mais tarde seria adquirido pela Walt Disney Company. A primeira temporada foi ao ar em 1985 (com 65 episódios), seguido do filme intitulado ThunderCats – HO! em 1986. As temporadas 2 (1987-1988), 3 (1988-1989), e 4 (1989-1990), seguiram o novo formato de 20 episódios cada.

A série foi originalmente distribuída pela Rankin-Bass Productions, empresa do grupo Telepictures Corporation, que mais tarde se fundiu com a Lorimar Productions em 1986. Em 1989, Lorimar-Telepictures foi comprado pela Warner Bros, que acabou assumindo a distribuição da série; A Warner Bros. acabou adquirindo os direitos da série (e de toda a programação Lorimar-Telepictures) a partir desse ponto.

No Brasil, a série foi inicialmente exibida em 1986 até 1990 pela Rede Globo, exibindo somente os primeiros 100 episódios dos 130 produzidos. Em 1995, Thundercats voltou a ser exibido pelo canal, no bloco TV Colosso. Nesse período também havia começado a ser exibido pela Warner Channel e pelo Cartoon Network. Em 2 de julho de 2001 passou a ser exibido pelo SBT, no programa “Bom Dia & Cia”, na época apresentado por Jackeline Petkovic, desta vez, exibindo também o restante da série. Em 19 de janeiro de 2012 voltou a ser exibido novamente SBT, no programa Sábado Animado.

A série contém um misto de ficção científica e fantasia em um tradicional do bem contra o mal, apresentando cada vez mais aliados e vilões no mundo dos ThunderCats. Cada episódio inclui normalmente uma breve desenlace, caracterizando os personagens se recuperando após os acontecimentos da história e tomar o tempo para destacar um valor pessoal ou abordagem integral, que ajudou a salvar o dia, ou poderia ter feito se não tivesse esquecido dele.

Lion-O é o líder dos ThunderCats, sua arma é a espada justiceira que é utilizada para chamar todos os ThunderCats quando está em perigo, dá a “visão além do alcance” para ver o que se passa com um Thundercat que esteja em perigo, além de soltar raios poderosíssimos e possuir o poderoso “Olho de Thundera”, símbolo maior que representa o seu lema: justiça, verdade, honra e lealdade. Possui também o Escudo-Garra, que se encaixa na sua mão para ser utilizado como escudo, atira garras ligadas a fios super resistentes e ainda solta gases de diversos tipos.

Lion-O era criança quando entrou na nave de fuga em Thundera. Antes de entrar na cápsula de suspensão, Jaga havia alertado que embora as cápsulas reduzam o processo de envelhecimento, algum envelhecimento acontece (conforme episódio I). Assim, ao chegar no Terceiro Mundo, Lion-O havia se tornado um adulto. Provavelmente, os demais ThunderCats envelheceram um pouco. No Brasil foi dublado por Newton da Matta.

Pantro é um integrante dos ThunderCats, representando uma pantera negra na linhagem Thunderiana, é o que possui a maior força física no grupo e é mestre em artes marciais, além de ser também especialista em mecânica e tecnologia avançada. Entre suas criações, destacam-se: o veículo de combate Thunder-Tanque; a nave espacial utilizada nas aventuras espaciais Feliner; as pranchas dos personagens Willykit e Willycat e os veículos planadores ThunderClaw e HoverCat. Tem armas como os espigões que saem de uma espécie de suspensório que usa, e seu nunchaku, capaz de expelir gases de várias espécies e raios. Seu ponto fraco é o medo de morcegos. No Brasil foi dublado por Francisco José.

Tygra pertencendo à linhagem dos tigres de Thundera, é um dos mais poderosos e versáteis Thundercats. Calmo e racional, Tygra é o cientista do grupo além de ser um experiente arquiteto. Ele também é o vice-líder dos Thundercats, assumindo o comando do grupo nas situações em que Lion-O não pode fazê-lo. Foi Tygra quem projetou a Toca dos Gatos, incluindo todos os sistemas de computadores, redes elétricas e geradores de energia. Seus conhecimentos vão desde arquitetura e engenharia até química e ciências biológicas. Sua arma é um chicote que possui uma boleadeira na ponta que, quando está envolvido em seu corpo, lhe oferece a capacidade de ficar invisível. Ele também pode gerar ilusões telepáticas em suas vítimas. Seu ponto fraco é a água, uma vez que não sabe nadar. No Brasil foi dublado pelo locutor e radialista Francisco Barbosa e também por Ricardo Juarez.

Cheetara é uma destemida guerreira. Forte e decidida, não hesita em entrar em ação para combater os vilões. Sua habilidade de luta é impressionante mas sem dúvida seu grande poder consiste na velocidade inigualável. No entanto só pode manter a velocidade acelerada por curtos espaços de tempo e distância. Além disso, Cheetara tem poderes psiônicos, sobre os quais apresenta controle limitado, que lhe confere premonições e visões, embora isso a enfraqueça constantemente.Tem como arma um bastão. Além disso é uma poderosa feiticeira,pois foi treinada por Jaga. A claustrofobia é seu ponto fraco. No Brasil foi dublada por Carmem Sheila.

Willy Kat é um garoto muito curioso, brincalhão e bastante desajeitado pois ele nunca conseguiu voar direito em sua prancha espacial (uma prancha voadora motorizada construída por Panthro). No Brasil foi dublado por Nizo Neto e também por Oberdan Júnior e Marcos Souza.

Willy Kit possui as mesmas armas que Willy Kat, ou seja, as cordas especiais e as cápsulas com vários efeitos distintos. Porém Willy Kit possui características especiais e particulares. Suas armas são as bolinhas, que quando explodem soltam determinadas substâncias e um laço que pode esticar muitos metros, capaz de amarrar robôs gigantes. Apesar de mais nova, ela é bem mais esperta que seu irmão. No Brasil, é dublada por Marisa Leal.

Pumyra prima-irmã de Cheetara e usa como arma uma corda, Mas também tem umas espécies de “bolas” pequenas que ela coloca em sua corda e que batem no oponente com muita força. Ela, Lynx, BenGali e Snarfinho moram na Torre da Justiça. No Brasil, é dublada por Miriam Ficher.

Jaga é o mentor e guerreiro mestre de todos os Thundercats. e como seu nome diz, é representado pelo jaguar. Ainda em Thundera, Jaga era o líder e fundador da linhagem e da filosofia dos Thundercats que seriam guerreiros com super habilidades que iriam defender a paz e a justiça e manter vivo o sagrado código de Thundera: Justiça, Verdade, Honra e Lealdade. Jaga foi um dos maiores membros do conselho Thunderiano e foi também um grande, fiel e verdadeiro amigo do rei Claudius pai de Lion-O. Jaga sempre cuidou e amou Lion-O como se fosse um filho e no momento da fuga de Thundera ele chefiou e protegeu os Thundercats em todos os momentos.

Snarf é extremamente simpático e divertido, o pequeno Snarf é o encarregado de cuidar de Lion-O e afazeres corriqueiros na Toca dos Gatos, como carregar os módulos de força do Thundertank. Desde que abandonaram Thundera, Snarf agia como uma espécie de babá do jovem príncipe. Snarf possui uma personalidade alegre e um jeito meio resmungão talvez pela sua idade já avançada.  O personagem foi dublado no Brasil por Élcio Romar.

Mumm-Ra é um rei do egito com poderes místicos gigantescos e que estava vivo há mais de mil anos no terceiro mundo, ele vive dentro de sua misteriosa pirâmide negra construída há milênios. Dentro desta fortaleza existe a sala central onde se encontram o caldeirão mágico, as quatro estátuas gigantes dos Antigos Espíritos do Mal e o sarcófago, local onde Mumm-Ra dorme e mantém suas energias sempre renovadas. No caldeirão, Mumm-Ra pode ver e projetar imagens de tudo o que desejar e é através dele que ele pode também manter contato com Nêmesis, a força das trevas. Vale mencionar que a pirâmide negra possui em seu interior muitas salas e corredores misteriosos conhecidos apenas por ele próprio.

Quando se transforma ele ganha o nome de Mumm-Ra, “O de vida eterna”, podendo voar e assumir qualquer outra forma como disfarce. Porém apesar de todos estes poderes, Mumm-Ra possui um ponto fraco. A criatura milenar tem um pavor gigantesco de ver sua própria imagem refletida em qualquer lugar. Ao ver sua imagem refletida, Mumm-Ra toma-se de pânico e seus poderes parecem se anular e sua força é drenada obrigando-o a fugir para seu sarcófago. Sem dúvida este ponto fraco foi muito explorado pelos Thundercats nos combates contra Mumm-Ra. No Brasil, é dublado em sua maioria de aparições por Sílvio Navas e nos últimos episódios da série por Santos Germano.

 

Esse foi um pequeno resumo dos Thunder, Thunder, ThunderCats hoooo, dúvidas, críticas e sugestões e só entrar em contato conosco.

Live long and prosper.

Relacionados

Leave a Comment